Já pensou em fazer compras e colocar o cartão num celular ao invés da “maquininha”?

 

Com foco nas pequenas empresas e trabalhadores autônomos, o dispositivo pode ser acoplado a um celular ou tablet e permite que esses profissionais aceitem as principais bandeiras de cartão de crédito, incluindo Visa, Mastercard, Amex e Elo. A opção de débito será oferecida ainda no primeiro semestre de 2014.

“Esse setor exige muita credibilidade e precisa ser muito bem feito. Não pretendemos brigar com grandes players como a Cielo, mas sim focar nos pequenos. Para isso criamos um processo simples e online para aprovação do cadastro. Além disso, antes de iniciar as transações com um cliente, nós fazemos alguns testes como gerar um depósito simbólico na conta do solicitante para ter certeza de que tudo está funcionando corretamente. É essa a nossa grande estratégia”, afirmou a INFO Igor Marchesini, diretor da SumUp no Brasil.

O dispositivo da SumUp será vendido por R$ 79 e não cobrará mensalidades ou aluguel para uso, apenas um percentual do valor de cada transação realizada. O profissional também poderá ter conta corrente em qualquer banco brasileiro para receber os pagamentos.

Inicialmente, a empresa terá três pacotes para o mercado brasileiro: pagamentos à vista com taxa de 3,7% para que o cliente receba em até 30 dias; o à vista antecipado, com recebimento em cinco dias úteis e taxa de 4,7%; e o parcelado antecipado, com recebimento total em 5 dias úteis e parcelamento em até 6 vezes. Nesse caso, as taxas são de 6.7% para parcelamentos em até 3 vezes e de 8.7% para parcelamentos em 4, 5 ou 6 vezes.

Mobile payment – O pagamento móvel chega com grande expectativa ao mercado. De acordo com a consultoria Frost & Sulliban, o volume de transações globais deve crescer quatro vezes ao longo dos próximos cinco anos, ultrapassando US$ 1,3 trilhão, sendo R$ 20 milhões resultado das transações em solo brasileiro.

Com base nessas estimativas, a SumUp acredita que o Brasil se tornará em pouco tempo um de seus principais mercados, juntamente com a Alemanha, Inglaterra e Rússia. Para alcançar esse feito, a empresa aposta na divulgação online, principalmente pelo Facebook, para captação de interessados.

“Nossa grande aposta é por meio das mídias online, pois há muito engajamento no Brasil. Percebemos isso durante um teste piloto no Facebook, onde tivemos muito retorno positivo. Também contamos com parcerias com empresas que tenham contatos com determinados setores, como os taxistas, por exemplo, ou mesmo parcerias com grandes empresas de venda porta a porta para atender seus vendedores autônomos”, disse Marchesini.

 

Fonte: Exame Info

Sobre a namBBU (www.nambbu.com.br): a namBBU, empresa do grupo Chacal, é uma agência full service com atuação especializada em design, comunicação e tecnologia. Fundada em 2007, derivada do antigo Studio BR4, a companhia conta com aproximadamente 150 clientes distribuídos em 6 Estados brasileiros. O grande diferencial em sua operação constitui-se na simplicidade do fazer acontecer e especialmente na abordagem full service, que oferece não somente um amplo leque de produtos e serviços para a conveniência de seus clientes, mas, sobretudo, sincroniza estratégias de comunicação entre a companhia e seus stakeholders.



Voltar
Compartilhar
Topo